Segurança das crianças

As cinco dicas para segurança cibernética que todos os pais deveriam saber


Escrito por um funcionário da Symantec

 

Eles enviam mensagem de texto. Usam o Snapchat. Eles não ficam longe do celular, mesmo se o mundo estiver prestes a acabar. Eles são a geração atual de crianças viciadas em dispositivos.

Os pais do mundo todo sabem que as vantagens da Internet superam, e muito, suas desvantagens. As crianças aprendem mais, entendem mais e realizam mais com a ajuda da Internet. Em uma pesquisa recente realizada pelo Norton by Symantec, foi observado que, globalmente, 60% dos pais permitem que seus filhos acessem à Internet antes dos 11 anos. Muito embora 78% dos pais concordem que as crianças enfrentem hoje mais riscos online do que enfrentavam cinco anos atrás, apenas 50% verificam o histórico de navegação de seus filhos e 46% limitam o acesso a certos sites e aplicativos.1

Essa geração de pais está criando os filhos em uma atmosfera cibernética em rápida evolução. Naturalmente, as crianças têm facilidade para aprender e se adaptar, mas isso é ainda mais evidente nessa era da tecnologia. Além das várias responsabilidades que vêm com a criação de filhos, agora os pais têm a carga adicional de acompanhar os hábitos de seus filhos na Internet e também orientar a segurança deles na fronteira digital.

Da mesma forma como o ensinaram a olhar para os dois lados antes de atravessar a rua, é importante ensiná-los algumas habilidades cibernéticas essenciais.

  1. Nunca deixe seu dispositivo sem supervisão
    Em um minuto ele está lá e no outro não está mais. Smartphones, notebooks e tablets têm um valor de revenda decrescente. Além disso, agora os criminosos cibernéticos fazem mais dinheiro roubando os dados armazenados nesses dispositivos que revendendo os dispositivos. Informações como senhas, endereços, datas de nascimento de familiares e CPFs têm um preço bom na economia do mercado negro. Os criminosos podem reunir as informações de todos esses dispositivos para cometer roubo de identidade.

    As crianças são um alvo excelente para roubo de dispositivos, pois há uma alta probabilidade de que todas essas informações estejam em seus dispositivos devido a atividades escolares e esportivas que exigem essas informações. Ensine seus filhos o valor desses dispositivos, para não deixá-los sem supervisão.

  2. Clique com cuidado
    Sutil ou ousado, o phishing é perigoso. Um clique descuidado é tudo o que é necessário para que o software malicioso entre nos dispositivos e o estrago seja feito. Fale com seus filhos sobre não clicar automaticamente em links em emails. Mostre a eles como passar o mouse sobre o link, para garantir que é confiável. Erros de ortografia, emails estranhos de empresas populares e mensagens ameaçadoras que pedem ação urgente são alguns dos sinais de email de phishing criado para instalar malware no dispositivo. Quando em dúvida, não clique no link. Em vez disso, vá direto para o site da empresa e entre em contato com a pessoa responsável ou com o departamento de atendimento ao cliente, para garantir que um email tenha mesmo sido enviado para você. Felizmente, a maioria dos softwares antivírus de qualidade, como o Norton Security, pegará esses emails falsos, antes que eles cheguem até você.

  3. Nunca compartilhe sua senha
    Você pode pensar que todos sabem da importância de manter as senhas em segredo, mas talvez seus filhos não saibam. Afinal, 76% das pessoas compartilham senhas.1 Basta apenas um momento, aquela decisão errada, e você se arrisca a expor tudo o que está armazenado em seu dispositivo. Ensine seus filhos a proteger as contas com senhas únicas e fortes que usam uma combinação de pelo menos dez letras maiúsculas e minúsculas, símbolos e números para confundir os bots que roubam senha e que estão na Web. Mude suas senhas a cada três meses e não use a mesma senha em diferentes contas. Se for muito difícil lembrar todas essas senhas, use um gerenciador de senhas gratuito, como o Norton Identity Safe.

  4. Tenha cuidado ao usar mídias sociais
    Muitas redes sociais requerem que os usuários tenham pelo menos 13 anos de idade, mas algumas permitem que crianças se inscrevam, com a permissão dos pais.

    Se seus filhos tiverem contas, verifique suas configurações de privacidade. As configurações padrão podem expor mais informações do que você gostaria. Mude as configurações para o nível mais alto de privacidade. Você nunca sabe quem está xeretando os perfis de mídias sociais de seu filho. Ensine seus filhos a não aceitar solicitações de amizade de pessoas que eles e você não conhecem. Algumas solicitações de amizade vêm de bots que disseminarão, como spam, listas de amigos.

    Há muitos riscos que vêm com as contas sociais, mas a perseguição e o bullying são dois perigos muito reais que podem assombrar as crianças, online e off-line. Transmitir sua localização publicamente não é o mais seguro a se fazer. Para deter os perseguidores, desative os serviços de localização do telefone e dos aplicativos de seus filhos.

  5. Seja um bom cidadão online
    Lembre-se que a Internet não morre. Portanto, qualquer coisa dita online permanece online. Nada é verdadeiramente excluído, nem mesmo no Snapchat. Infelizmente, como a Internet é o novo parque de diversões, o bullying pode perseguir as crianças off-line e online. Ensine seus filhos a praticar a boa etiqueta online e a nunca dizer coisas cruéis. Em vez disso, eles devem ser educados e não participar de publicações negativas. Avise-os de que a lei protege as vítimas de cyberbullying. Por isso, eles podem conversar com você se estiverem sofrendo cyberbullying ou se conhecerem alguém que está.

    Tudo isso são habilidades de segurança cibernética essenciais, mas crianças são crianças e erros acontecem. Como pai, você pode tomar ações preventivas contra essa eventualidade, ajudando a proteger o dispositivo de seu filho com software de segurança. O Norton Security Premium é uma ótima solução para proteger os dispositivos na sua casa. Ele vem com controles para pais premiados e uma ampla gama de recursos para ajudar seus filhos a explorar o mundo digital com segurança.


Symantec Corporation, a empresa líder mundial em segurança cibernética, permite que organizações, governos e indivíduos protejam seus dados mais importantes, onde quer que eles estejam. Mais de 50 milhões de pessoas e famílias contam com a plataforma abrangente de segurança digital da LifeLock e o Norton da Symantec para ajudar a proteger suas informações pessoais, dispositivos, redes locais e identidades.

Copyright © 2019 Symantec Corporation. Todos os direitos reservados. Symantec, o logotipo da Symantec, o logotipo da marca de verificação, Norton, Norton by Symantec, LifeLock e o logotipo Lockman são marcas comerciais ou registradas da Symantec Corporation ou de suas afiliadas nos Estados Unidos e em outros países. Firefox é uma marca comercial da Mozilla Foundation. Google Chrome e Android são marcas comerciais da Google, LLC. Mac, iPhone e iPad são marcas comerciais da Apple Inc. Microsoft e o logotipo do Windows são marcas comerciais da Microsoft Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros países. O robô Android foi reproduzido e/ou modificado a partir do trabalho criado e compartilhado pelo Google e é utilizado de acordo com os termos descritos na Creative Commons 3.0 Attribution License. Outros nomes de empresas e nomes de produtos são marcas registradas ou marcas comerciais de cada empresa.