Introdução

Alguma vez clicou numa publicidade interessante ou numa hiperligação enquanto navegava na Internet e o seu ecrã ficou cheio de janelas pop-up, ou o seu browser o enviou de repente para uma enorme quantidade de sites desagradáveis? Ou, alguma vez instalou um programa de transferência gratuita e reparou que o seu computador de repente ficou lento, por um programa estar a seguir os seus movimentos online, sem o seu conhecimento? 

Bem-vindo ao mundo enganador do spyware e do adware. Estes programas são mais do que irritantes. Também podem representar riscos de segurança para os utilizadores comuns da Internet, tal como você.

Spyware e adware

O Spyware geralmente entra no seu computador sem o seu conhecimento ou a sua permissão. Ele é executado em segundo plano, recolhendo informações ou monitorizando as suas actividades. Muitos spywares recolhem informações relacionadas com o seu computador e o modo como o usa. Por exemplo, podem monitorizar os seus hábitos de navegação na Web. No entanto, sabe-se que as formas mais sofisticadas de spyware capturam e transmitem informações altamente confidenciais aos ladrões de identidade, desde as suas palavras-passe e nomes de utilizador dos Web sites até os seus números de cartão de crédito ou cópias das suas mensagens instantâneas.

O adware é ligeiramente diferente do spyware – a intenção é principalmente a de publicitar conteúdos no seu computador, Utiliza com frequência janelas pop-up, anúncios em flash, programas de adware e hiperligações para outros sites. Muitos desses anúncios aliciam para produtos legítimos. Alguns programas de adware monitorizam as suas actividades de navegação e depois usam essas informações para fornecer conteúdo publicitário mais direccionado. Algumas pessoas não se importam, mas outras consideram esta prática uma invasão da privacidade.

A questão de maior importância é: Quer este programa no seu computador? Se compromete a privacidade e a segurança, tal como as idealiza (ou, no mínimo, torna-se num transtorno), então entra claramente na categoria de software não desejado. E isso significa que precisa de saber como lidar com isso.

Como remover spyware e adware

Quer representem riscos de segurança ou problemas de desempenho, é óbvio que alguns tipos de spyware são mais do que um transtorno. Por exemplo, o spyware e o adware, quando funcionam activamente em segundo plano, conseguem dominar os recursos do seu computador, por vezes, deitando todo o seu sistema abaixo. Uma máquina lenta é irritante para qualquer pessoa, mas é especialmente difícil para os utilizadores profissionais.

Muitas vezes, esses programas são instalados juntamente com outros programas que são carregados. É claro que, provavelmente, há algum tipo de aviso nos contratos de licença do software. No entanto, estes contratos tendem a ser bastante longos e a maioria de nós não os lê na totalidade. Num cenário típico, o spyware e o adware são agregados aos produtos freeware que transfere da Internet. Apesar de alguns verem isto como uma troca justa – você obtém software gratuito e o criador do software pode observar os seus hábitos – outros acham isso enganador e invasivo.

Entretanto, muitos softwares não desejados conseguem entrar no seu computador enquanto navega na Web. Em muitos casos, fazem com que inicie uma transferência ao clicar numa janela pop-up ou numa caixa de diálogo falsa. Alguns pop-up contêm uma mensagem "urgente" ou aliciante. Podem oferecer um presente gratuito ou afirmar que tem de transferir software para poder ver uma página Web. Geralmente, a janela apresenta o que parece ser uma escolha do tipo "sim" ou "não". Na realidade, se clicar na janela, irá transferir spyware ou adware para o seu computador, por isso certifique-se de que não faz nada mais do simplesmente fechar a janela.

Como evitar spyware e adware

Muitos dos software não desejados acabam por ir parar ao seu computador, em parte por causa de algo que fez ou que não fez. Saiba como evitar o spyware e o adware não desejado:

  • Seja selectivo com aquilo que transfere para o seu computador. Certifique-se de que realmente precisa de um programa antes de o transferir. Se nunca ouviu falar do criador do software, leia com atenção a página Web para saber mais sobre as pessoas por detrás da tecnologia e também sobre a própria tecnologia. Tenha cuidado também com o ActiveX, uma ferramenta comum para instalação de spyware sem o seu conhecimento ou consentimento. Pode desactivar o ActiveX através das preferências do seu browser e pode sempre voltar a activá-lo caso um site de confiança assim o exija.
  • Leia os contratos de licenças. Pode parecer desencorajador ler estes contratos, mas para jogar pelo seguro, não siga até ao fundo da página e clique automaticamente no botão "Aceito" quando instalar o freeware. Em vez disso, leia com atenção qualquer contrato e procure termos referentes a qualquer actividade de recolha de informações, o que poderia significar que o spyware ou adware seriam instalados juntamente com o seu freeware.
  • Esteja atento a fraudes anti-spyware. A Web está cheia de ferramentas "anti-spyware" que pouco ou nada fazem para impedir o spyware. Algumas até pioram a situação. Os fornecedores destas ferramentas geralmente oferecem análises gratuitas que, quase invariavelmente, identificam centenas de programas de spyware no seu computador. Depois, pedem imediatamente que compre o seu produto falso.
  • Tenha cuidado com os anúncios em que lhe pedem para clicar. Tente evitar programas – especialmente freeware – que apresentam anúncios em que lhe pedem para clicar. Estes anúncios deveriam ser uma bandeira vermelha. Se clicar nesses anúncios, é possível que alguém esteja a ver como é que reage aos anúncios.

Conclusão

Infelizmente, o spyware e o adware não vão desaparecer tão cedo. Mas pode assumir o controlo, decidindo o que entra, o que fica de fora e o que permanece no seu computador.